Trilha inca 54 resultados
Destino Machu Picchu
Clique para classificar o artigo
machu picchu trilha inca

Machu Picchu é o destino final da melhor rota de caminhada do Peru: a Trilha Inca. Lá, os visitantes podem visitar seus edifícios mais famosos como o Intipunku, a Praça Principal, o Templo das 3 Janelas, o Intihuatana, a Pedra Sagrada, o Templo do Sol e muito mais. Além disso, como uma rota opcional, você pode subir as montanhas Machupicchu ou Huayna Picchu. Saiba mais sobre o destino final desta incrível caminhada.


A Trilha Inca, a rota de 4 dias e 3 noites

A Trilha Inca atravessa uma seção do qhapac ñan que os Incas usaram para comunicar a cidade de Cusco com Machu Picchu.

Uma parte deste percurso, os últimos 39 quilômetros, foi recuperada pelas autoridades do Ministério da Cultura do Peru. Assim foi criada uma das melhores rotas de caminhada em Cusco, que eles chamaram de ‘Trilha Inca’.

A Trilha Inca dura 4 dias e 3 noites. Ao longo do caminho, além das seções construídas pelos incas, existem outras cidadelas incas, como: Llactapata, Runkuracay, Sayacmarca, Phuyupatamarca ou Wiñayhuayna.

No entanto, definitivamente o melhor sítio arqueológico é Machu Picchu. A maravilha do mundo é o prêmio final para uma caminhada desafiadora.

A rota da Trilha Inca é protegida pelo Estado peruano. Portanto, uma autorização especial deve ser obtida para viajar por suas estradas. Esta licença é concedida através de um tour organizado por uma agência de turismo.

Os passeios estão em alta demanda, portanto a compra deve ser feita online com 6 ou 7 meses de antecedência.


Machu Picchu, o destino final

Machu Picchu é o destino final dos 39 quilômetros percorridos na Trilha Inca.

Os Incas entraram em Machu Picchu pela mesma rota da Trilha Inca. Ou seja, após vários quilômetros de caminhada, eles acessaram o Intipunku, a porta do sol. De lá eles desceram para a cidade inca onde estavam os templos, recintos e outras construções do lugar.

Atualmente o sítio arqueológico de Machu Picchu possui mais de 150 edifícios. Alguns dos mais importantes são: o Intipunku, a Ponte Inca, a Casa do Guardião, a Praça Principal, o Templo das 3 Janelas, o Intihuatana, a Rocha Sagrada, o Templo do Condor assim como canais de água, plataformas e muito mais.

Os turistas que fazem a Trilha Inca entram em Machu Picchu da mesma forma que os Incas. Ou seja, a primeira vista que terão do sítio arqueológico é uma paisagem panorâmica incrível.

O passeio por Machu Picchu leva aproximadamente 2 horas. É proibido regressar, pelo que uma vez fora do sítio arqueológico não é possível regressar. O passeio com guia turístico é obrigatório. O passeio pela Trilha Inca já inclui um guia turístico.


O que ver em Machu Picchu?

Estas são algumas das construções mais importantes de Machu Picchu:

O Intipunku – La Puerta del sol é a entrada de Machu Picchu usada pelos Incas. É constituída por várias paredes de pedra com janelas e nichos de onde se tem uma vista espectacular de todo o local. Nos solstícios de verão, os raios do sol caem sobre o Intipunku. Existem apenas duas maneiras de chegar lá: com a Trilha Inca ou com uma subida de cerca de 1 hora.

A Ponte Inca – Esta construção está localizada no oeste de Machu Picchu, em um caminho que marcava o limite da cidadela. Como o próprio nome indica, trata-se de uma ponte de tora de madeira e sustentada por rústicos paralelepípedos. Devido às estradas estreitas perto das falésias, acredita-se que os incas retiraram o tronco de madeira em caso de invasões.

Casa do Guardião – Diferente das demais construções de Machu Picchu, a Casa do Guardião é feita de pedras fixadas de forma rústica. Provavelmente tinha a função de vigilância. O mais notável são as vistas incríveis de toda a cidadela. É aí que os turistas obtêm a clássica foto de cartão-postal com a maravilha da paisagem mundial ao fundo.

Praça Principal – No coração do setor urbano de Machu Picchu está a Praça Principal, uma construção em forma de ‘U’ com imensas paredes montadas com perfeição, mas danificadas com o passar do tempo. Provavelmente, cerimônias religiosas e sociais importantes foram realizadas lá. Acredita-se que esta praça represente a constelação do “Cruzeiro do Sul”.

O Templo das 3 Janelas – A poucos passos da Praça Principal fica o Templo das 3 Janelas, um conjunto de três janelas de pedra esculpidas em uma rocha de 4 metros de altura e 10 metros de largura. Para os incas, três era um número sagrado porque representava sua visão de mundo do universo: o mundo acima (hanan pacha), o mundo terreno (kay pacha) e o mundo abaixo (uku pacha).

O Intihuatana – Na parte mais alta do setor urbano de Machu Picchu está o ‘Intihuatana’, uma enorme rocha caprichosamente esculpida para servir como um ‘relógio solar’ ou ‘calendário astronômico’. Ou seja, de acordo com a incidência dos raios do sol sobre suas estruturas, previa as estações dos solstícios ou equinócios. Desta forma, ele foi capaz de medir melhor a época de semeadura ou colheita. Acredita-se que ao chegar à sua estrutura, o turista se enche de energia.

A Rocha Sagrada – Na entrada da montanha Huayna Picchu está a ‘Rocha Sagrada’, uma imensa rocha esculpida em forma de montanha. Tem uma altura de 7 metros e uma largura de 3 metros. Os incas adoravam as montanhas a quem chamavam de ‘apus’ (‘grande senhor’ na língua quíchua). Acredita-se que a Rocha Sagrada irradia energia para as pessoas que farão a caminhada até o topo do Huayna Picchu.

O Templo do Condor – No setor urbano, a poucos passos do Templo do Sol, existe uma misteriosa rocha esculpida no formato do corpo de um condor andino. Para os Incas, este formidável pássaro era sagrado porque comunicava o mundo terreno (kay pacha) com o mundo superior (hanan pacha). Esta ave é a segunda maior do mundo, depois do albatroz.

O Templo do Sol – O sol era a divindade mais alta dos Incas. No centro do setor urbano existe um misterioso templo em sua homenagem. Esta construção é a única em formato circular. Possui paredes finamente esculpidas. Sob suas estruturas, há uma caverna que leva a um recinto proibido aos visitantes, onde provavelmente foram encontradas oferendas de ouro e prata. A entrada no Templo do Sol é proibida, apenas uma vista pode ser feita de uma distância segura.


Entrada opcional para as montanhas de Machu Picchu

Machu Picchu é cercada por duas montanhas: Huayna Picchu e a Montanha Machu Picchu. A entrada para essas montanhas se dá com dois ingressos especiais que custam 200 soles peruanos (57 dólares aproximadamente).

El Huayna Picchu – O topo desta montanha está 2.720 metros acima do nível do mar (cerca de 300 metros acima do sítio arqueológico de Machu Picchu). Para chegar lá, os Incas construíram centenas de degraus de pedra ao longo de 2 quilômetros. De seu topo, você tem uma vista incrível de todo o lugar. Nas suas encostas existe uma misteriosa caverna com belas construções denominada ‘Templo da Lua’ ou também ‘A Grande Caverna’.

Montanha Machu Picchu – O topo desta montanha está 3.082 metros acima do nível do mar (cerca de 600 metros acima do sítio arqueológico de Machu Picchu). Para chegar lá, os incas também construíram centenas de escadas de pedra em um trecho de aproximadamente 2 quilômetros. Seu topo fica no ponto mais alto do lugar, de onde se tem uma vista incrível de Machu Picchu. O nome desta montanha foi usado para nomear a cidade Inca.

camino inca Machu Picchu

Vista panorâmica de Machu Picchu

 

De Inca Trail Machu Picchu - Ultima atualização, 21-06-2021


Tradicional Trilha Inca é uma das maneiras que pertence à rede da Trilha Inca para a cidadela de Machu Picchu.


Marcado com: