Trilha inca 54 resultados
Natureza 8 resultados
Trilha Inca Paraíso para os observadores de pássaros
Clique para classificar o artigo
aves trilha inca

 

Trilha Inca Um paraíso para os admiradores de aves

2017 Trilha Inca Machu PicchuO Santuário histórico de Machu Picchu contém uma impressionante diversidade de aves. Em Machu Picchu encontramos altitudes que variam de 1.725 a 6000 metros, desde as pastagens de Alta Puna até os bosques húmidos subtropicais. Muitas espécies de aves têm determinadas hierarquias de acordo com a altitude e cada habitat tem espécies que não se encontram em outras áreas. O micro clima criado pelo vale de Urubamba, cria uma diversidade e um paraíso para os admiradores de aves.

De 1995 até hoje, foram catalogadas, aproximadamente, 375 espécies no Santuário de Machu Picchu, destas, 200 espécies podem ser observadas facilmente enquanto você faz o seu percurso. Sem dúvida alguma, com um pouco mais de atenção, mais espécies você descobrirá.

Nos vales, encontramos um clima seco que se caracteriza por árvores baixas e dispersas, arbustos e cactos. Um passeio pela manhã neste habitat, como em Llaqtapata, no início do Trilha Inca, revela uma variedade de aves interessantes como: Tinamous Andina, patos selvagens, pinzones com suas penas verdes e brilhantes que se camuflam perfeitamente entre as árvores, os colibris de cores brilhantes competem pelo néctar. Desperte cedo para uma caminhada e verá estas espécies.

Se você vai até as altitudes que chegam as pradarias isoladas, conhecidas como ‘’A Puna’’, saiba que pela manhã o frio é um pouco castigador, mas ao sair o sol é fácil ver muitas aves se alimentando. Papa – moscas conhecidos como Terras Tiranas voam de pedra em pedra em busca de insetos voadores. Você encontrará aves raras como o Cinclodes, Puna Ibis, Sierra Pizones e Canasteros. Devido a abundância de roedores diurnos (faz muito frio para que sejam noturnos), muitas aves de rapina como o falcão, o aguilucho, a águia, e o Condor dos Andes que se eleva nas correntes majestuosamente, povoam este território.

Nas Pendentes que estão localizadas acima dos 3.800 metros, cresce o bosque de Polylépis. Este habitat está em perigo de extinção, mas contém as aves mais raras do planeta. Estes bosques costumam estar isolados de outros tipos de bosques e rodeados de uma vegetação chamada de Pajonal de Puna e as aves presentes neste habitat são o Tít – Spinetail, Tawny – Tit Spinetail, Royal Cinclodes, Tit Tirano, Giant Mielerito e uma variedade de Colibris.

É no bosque nebuloso onde fauna ornitóloga alcança sua maior diversidade. Este é o bosque onde se encontra o Vale de Urubamba. Atingiremos este ponto nos últimos dias de caminhada no Trilha Inca. Aqui se podem ver as aves misturadas em bandos quando se alimentam e se pode se observar quase 30 espécies juntas. Em uma manhã se observação no bosque nublado, pode-se ver muitas das seguintes aves: Galito de las rocas, Perdiz Marrom, Halcón de Rabadilla Blanca, Pava Andina, Codorniz de Coello Blanco, Perico Andino, loros de nuca escamosa, Tucan Gris de Montanha, Carpinteiro, Canastero, Formigas, Continga de Cresta Roja, Atrapa Moscas e Golondrinas Azules e Blancas, etc.

Esta é só uma mostra das aves que se podem ver no Bosque Nublado e a melhor hora para vê- las é bem cedo ao longo da linha de trem, entre Ponte Ruinas e Mandor.

 

De Inca Trail Machu Picchu - Ultima atualização, 02-10-2021


Interessado na Trilha Inca? Saiba mais sobre Natureza!


Marcado com: